Caes da Provincia

R$48,90

Fora de estoque

SKU: LITERATURA

Descrição

“Isolados ao sul do grande Império do Brasil, os moradores da Porto Alegre do século XIX viviam dias difíceis. A população andava desconfiada, pois os boatos corriam rapidamente – um açougueiro da cidade estaria usando carne humana para fazer saborosas linguiças. Enquanto as pessoas se ocupavam do caso que ficou conhecido como os crimes da Rua do Arvoredo , um homem se destacava na multidão de anônimos – José Joaquim de Campos Leão, autoproclamado Qorpo-Santo. Figura ímpar na cidade, com uma capacidade criativa e intelectual muito além de seu tempo, Qorpo-Santo escreveu sua obra completa, composta por dezessete peças de teatro, em pouco mais de quatro meses. Também foi comerciante, tipógrafo, professor, subdelegado e chegou a propor um novo sistema gráfico para a Língua Portuguesa. Gênio? Segundo seus contemporâneos, louco. Suas excentricidades – como entrar em casa pela janela do segundo andar e ter conversas fictícias com Napoleão III – levariam a esposa a pedir sua interdição por loucura. Em Cães da Província , publicado pela primeira vez em 1987, Luiz Antonio de Assis Brasil resgata a história de Qorpo-Santo e recompõe o que teria sido sua vida em meio à falsa aura de tranquilidade que pairava no ar da província, por trás da qual aconteciam crimes bárbaros e histórias regadas a sangue, horror e traição. O romancista levanta uma das mais delicadas discussões da humanidade – a tênue fronteira entre a sanidade e a loucura, e as injustiças que dela podem decorrer. Afinal, as peças de Qorpo-Santo demoraram mais de um século para serem encenadas.

Gênero: Romance
Editora: L&PM
Autor: Luiz Antonio de Assis Brasil
ISBN: 9788525420091
Edição: 1ª
Número de páginas: 264
Acabamento: Brochura
Formato (LxA): 14 x 21 cm”

Autor: LUIZ ANTONIO DE ASSIS BRASIL

Editora: L&PM

Marca: L&PM

Informação adicional

Peso0.36 kg
Dimensões1 × 15 × 22 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.